Diferença entre plano de saúde e seguro saúde

Principais medicamentos prejudiciais à saúde
13 de julho de 2017
Coisas que uma grávida não deve fazer
13 de julho de 2017
Show all

Diferença entre plano de saúde e seguro saúde

No Brasil, com os serviços públicos de saúde em situação precária e com os altos valores cobrados nos atendimentos médicos, é difícil não recorrer a alguma outra solução das operadoras que costumam oferecer basicamente dois tipos diferentes de serviços, que são os planos de saúde e os seguros saúde. O gasto médio das famílias brasileiras já ultrapassa os 5% da renda familiar, segundo as pesquisas mais recentes do IBGE. Mas você sabe qual a diferença entre plano de saúde e seguro saúde? Qual é mais vantajoso e em que situações podemos utilizá-los?

– Planos de saúde

Os planos de saúde são contratados através de operadoras que utilizam o sistema de pagamento antecipado. O cliente faz um pagamento de mensalidades do plano e com isso tem o direito de utilizar assistência médica quando precisar, mas com um detalhe muito importante: ele só poderá utilizar os serviços de saúde em hospitais, clínicas ou médicos que sejam credenciados na empresa operadora do plano.

Então existe uma limitação de locais onde você irá buscas seus atendimentos caso adquira um plano se saúde no Brasil. Também com o plano de saúde, os valores pagos irão variar de acordo com a faixa etária do cliente e dos seus dependentes. Hoje as faixas de idade que foram estabelecidas na Lei dos Planos de Saúde de 1998 são 18, 30, 40, 50, 60 e 70 anos. Quanto maior a idade, maior será o custo do plano de saúde.

– Seguro saúde

Diferentemente dos planos de saúde, o seguro saúde tem a característica de oferecer liberdade para que o cliente possa receber seu atendimento médico ou hospitalar onde preferir. Isso acontece porque nessa modalidade a seguradora oferece um reembolso dos gastos do paciente, independente do tipo de procedimento utilizado ou do lugar de onde foi feito.

Mas a atenção deve ser redobrada no momento da escolha do contrato. Mesmo não tendo médicos ou hospitais conveniados, os seguros saúde vão reembolsar diferentes valores para cada tipo de procedimentos, como cirurgias, exames, tratamentos, internações ou consultas. O ideal é saber uma média de valores cobrados por cada procedimento para que os gastos não fiquem muito acima dos valores que serão reembolsados. Com o aumento dos custos atualmente, isso vem ocorrendo constantemente com clientes que optam por esse tipo de seguro.

– Como escolher um plano de saúde ou um seguro saúde?

Para quem precisa de atendimentos constantes e não quer muita burocracia, uma boa escolha é o plano de saúde de cobertura máxima. Os planos que são referência no mercado e que são donos de uma rede de conveniados bastante extensa são realmente a melhor opção.

Mas esse tipo de plano possui custos muito altos, e comprometem boa parte da renda. Então, para buscar a melhor saída o jeito é identificar quais as suas maiores necessidades e fazer uma combinação de planos segmentados para as especialidades que precisa. Garantir uma rede de atendimento ampla sem custos exagerados é a melhor saída no momento atual.

O importante mesmo é ter um tempo para conversar com as agências que prestam esses serviços e escolher com cuidado o plano de saúde ou seguro saúde que de adapte a você e a sua família.

Os comentários estão encerrados.

//]]>